Cirurgia de Catarata

A cirurgia de catarata é um procedimento para remover a lente do olho e, na maioria dos casos, substituí-la por uma lente artificial. 

cirurgia-catarata-goiania

A cirurgia de catarata, sendo um dos procedimentos oftalmológicos mais conhecidos, que envolve a substituição do cristalino por um artificial, evitando uma possível cegueira.

Nesse sentido, para você ter uma ideia, de acordo com o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), cerca de 28,7% dos brasileiros com mais de 60 anos sofrem da doença.

No entanto, uma análise feita pela Organização Mundial da Saúde (OMS), mostra que dos mais de 33,6 milhões de casos de perda de visão, por volta de 45% dos casos são causados devido a catarata.

Ou seja, sim, é uma doença muito presente, e que você precisa realizar o tratamento o quanto antes, que em grande parte dos casos, se trata do procedimento cirúrgico.

Mas, por mais que seja uma cirurgia simples e rápida, muitas pessoas ainda têm medo, e dúvidas a respeito do procedimento.

Logo, dúvidas como a cirurgia funciona, riscos, precauções e dentre outras, são as mais comuns.

Portanto, para que você possa entender melhor, construímos um guia completo, falando tudo a respeito da cirurgia de catarata, explicando todas as principais dúvidas.

O que é cataratas?

Cataratas são manchas turvas que de desenvolvem no cristalino do seu olho, um pequeno disco transparentes.

Para que você consiga entender a verdadeira função, essas lentes são geralmente como vidro transparente, permitindo-nos ver através delas.

Sendo assim, quando você está no período jovem, essas lentes são transparentes, e à medida que a idade vai chegando, elas começam a ficar opacas, como vidro de banheiro.

Mas, graças as cataratas, esse processo ocorre mais rapidamente, onde essas manchas começam a cobrir essa região, dificultando a visão.

Dessa forma, é por esse motivo que quando não são retiradas, elas acabam comprometendo toda essa região, podendo levar facilmente essa cegueira.

Então, por esse motivo, quando essas cataratas estão se alastrando a níveis muito altos, a cirurgia é o principal tratamento para evitar que o paciente venha a ficar cego.

O que pode causar a catarata?

Você deve saber que a causa da catarata no olho pode estar associada a uma série de coisas.

Porém, vale frisar que grande parte dos casos podem ocorrer devido a idade do paciente, onde pessoas com mais de 40 anos, tanto homens ou mulheres, tem altas chances de possuir a doença.

Mas, além de tudo isso, ainda existem algumas coisas que podem causar a catarata, como:

  • Diabetes;
  • Uso indiscriminado e sem orientação médica, de colírios com corticosteroides;
  • Traumatismos oculares;
  • Radiação;
  • Infecções nos olhos;
  • Uveítes.

Como funciona a cirurgia de catarata?

A cirurgia de catarata é um procedimento para remover a lente do olho e, na maioria dos casos, substituí-la por uma lente artificial.

Desse modo, um oftalmologista, através de um regime ambulatorial, ou seja, sem necessidade de ficar no hospital após a cirurgia, realiza o procedimento, sendo considerado bastante simples e seguro.

Assim, em grande parte das vezes, esse procedimento ocorre em cerca de 1 hora, com anestesia local, onde após o procedimento e um rápido período de observação, o paciente pode voltar para casa.

Durante a operação, o cirurgião fará um pequeno corte em seu olho para remover a lente turva e substituí-la por uma de plástico transparente.

No entanto, vale lembrar, é claro, que será preciso um período de recuperação podendo envolver colírios específicos e medicamentos, podendo durar de 4-6 semanas.

Portanto, se você tem medo do procedimento, saiba que ele é uma das cirurgias ambulatoriais mais tranquilas e simples.

Quais são as recomendações pós operatórias da cirurgia de catarata?

Por mais que a cirurgia para a remoção da catarata seja algo simples, será essencial levar o pós operatório a sério e tomar alguns cuidados.

Até porque, será feita uma alteração na lente do olho, e algumas outras coisas além do colírio indicado, serão necessárias.

Por fim, confira algumas recomendações que passo aos meus pacientes no seu pós operatório:

  • Deve-se evitar esforços físicos (esportes, atividades físicas e dentre outros) por 30 dias;
  • Não esfregar ou coçar o local;
  • Evitar usar maquiagem por 30 a 60 dias;
  • Não dormir sobre o olho operado nos primeiros dias pós-operatório;
  • Evitar atividades diárias, como lavar roupas, limpar casa e dentre outros, por pelo menos 15 dias;
  • Usar o tampão de acrílico no olho operado por 5 noites no momento de dormir;
  • Toda vez que sair de casa usar óculos escuros com proteção;
  • Usar os colírios nos horários recomendados conforme receita médica, colocando uma gota de cada vez, com intervalo de 10 minutos quando coincidir horário de mais colírios;
  • Não faltar aos retornos agendados pelo médico para avaliação.

Lembrando que algumas recomendações podem ser adicionadas ou removidas de acordo com o caso de cada paciente.

Quais são os riscos da cirurgia?

O risco de desenvolvimento de complicações graves como resultado da cirurgia de catarata é estimado em cerca de 1 em 50 casos.

Ou seja, os riscos são bem baixos, mas não podemos descartar as possibilidades.

Sendo assim, os riscos podem incluir:

  • Visão embaçada
  • Alguma perda de visão
  • Retina descolada – onde a camada fina na parte de trás do olho (retina) se solta

No entanto, a boa notícia, é que a maioria dessas complicações graves pode ser tratada com medicamentos ou nova cirurgia.

Formulário de Contato

Entre em contato via formulário. 

× Envie uma mensagem agora