Catarata no detran: pode impedir aprovação e renovação da CNH

saiba um pouco a respeito

O motorista que encontra dificuldades para marcar uma cirurgia de catarata pode ganhar mais um problema. A doença pode impedir a renovação ou tirar a primeira via da Carteira Nacional de Habilitação (CNH), principalmente para quem tem mais de 60 anos. Para os oftalmologistas, o problema pode se agravar e provocar a reprovação no exame para a renovação da CNH.

Os médicos explicam que a doença torna o cristalino opaco e responde por 49% dos casos de cegueira tratável no mundo.  A legislação prevê o acesso à cirurgia de catarata e a menor frequência entre as avaliações oftalmológicas para esta faixa etária.

Saiba os sintomas da catarata

De acordo com o médico, a catarata começa a dar os primeiros sinais quando o paciente muda constantemente o grau dos óculos. Outros sintomas são a perda da visão de contraste, a visão de halos ao redor da luz, a dificuldade de enxergar à noite ou em ambientes escuros e o aumento da fotofobia (aversão à luz) a ponto de gerar cegueira momentânea causada por faróis em sentido contrário.

Quem precisa dirigir, principalmente à noite, deve passar pela operação que substitui o cristalino opaco por uma lente intraocular logo no início da doença.

A catarata é um problema de visão muito comum após os 65 anos que diminui bastante a capacidade de enxergar corretamente, aumentando o risco de acidentes de trânsito, mesmo que exista catarata em apenas um dos olhos.

Além disso, a opacidade do cristalino do olho torna a pessoa menos sensível ao contraste das cores e aumenta o tempo de recuperação após ofuscamento. Após a cirurgia, a visão pode ser recuperada na maioria dos casos e, por isso, a pessoa pode voltar a fazer os exames e ser aprovado para renovar o CNH.

Dificuldades para a cirurgia

A espera por atendimento no SUS pode demorar mais de um ano, segundo o doutor. No caso dos motoristas, eles colocam a vida em risco no trânsito. Já aqueles que conseguem o tratamento, a cirurgia de catarata reduz em 50% o risco de acidentes.

A legislação é clara: Para dirigir é necessário ter, no mínimo, 50% de acuidade visual. O problema é que as alterações no grau dos óculos ou lentes de contato são lentas e passam despercebidas. Por isso, pessoas que enxergam próximo ao limite estabelecido pelo Detran correm mais risco de serem reprovadas no exame de renovação da CNH. Além de colocarem a própria vida e a de outras pessoas em risco por descuido com a saúde ocular, têm de arcar com o custo de mais de um exame no Detran e ficam privadas de dirigir.

Agende agora mesmo um horário com o Dr. Vinícius Pereira


Cuide da sua visão e veja a Vida de forma Diferente! Prevenir é a melhor solução contra Imprevistos!